3 erros comuns no marketing médico

Erros Comuns de Marketing Médico e Como Corrigi-los

A falta de conhecimento em publicidade pode levar alguns médicos a tomar decisões ineficazes e, por vezes, subestimar o valor de certas estratégias de marketing. Neste artigo, compilamos uma lista dos 3 erros comuns no marketing médico, para ajudá-los a evitar essas armadilhas no mundo digital.

Os avanços tecnológicos provocaram mudanças permanentes nos comportamentos das pessoas, incluindo a maneira como elas buscam informações sobre profissionais e instituições de saúde, por isso que o marketing médico é tão importante para destacar a reputação dos profissionais.

1- Deixar os vídeos de lado

O Instagram já anunciou que prioriza conteúdos audiovisuais em sua plataforma, portanto, para garantir o sucesso do seu conteúdo, é fundamental investir em stories, reels, lives e vídeos.

Não usar a ferramenta de vídeos é um dos erros do marketing médico, especialmente os reels, que se tornaram a ferramenta mais eficaz para alcançar pessoas. Publicar três reels por semana pode ser uma estratégia muito útil para aproveitar essa tendência do momento e aumentar o engajamento do seu trabalho.

Os reels são especialmente úteis para profissionais que buscam expandir rapidamente sua audiência e aumentar as vendas de seus produtos, já que os vídeos curtos e descontraídos são mais facilmente consumidos pelos seguidores.

2- Focar apenas em redes sociais

Outro erro comum no marketing médico é acreditar que o marketing digital se limita apenas às redes sociais. No entanto, para obter resultados satisfatórios, é fundamental ter um site do seu consultório ou clínica e investir em campanhas de anúncios.

O site permite que você apresente seus serviços e especialidades, mostre avaliações positivas de pacientes e forneça todas as informações necessárias para atrair novos pacientes. Além disso, ter um site ajuda a clínica a aparecer nos resultados de pesquisa do Google quando um paciente procura por uma especialidade na região.

Investir em campanhas de anúncios é uma estratégia essencial para potencializar o alcance do seu conteúdo e, consequentemente, atrair mais pessoas para o seu negócio.

3- Não seguir as normas do CFM

Quando falamos em marketing médico, é fundamental que os profissionais da saúde sigam as diretrizes estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina, uma vez que existem ações que são proibidas.

Por exemplo, é proibido que o médico prometa resultados nos tratamentos e se apresente como o melhor ou o mais capacitado em sua especialidade. O descumprimento dessas normas pode levar a processos judiciais e comprometer a reputação profissional do médico.

Quer evitar os erros comuns no marketing médico e contar com uma empresa especialista em comunicação online para médicos? Entre em contato conosco.

Inscreva-se na nossa Newsletter!

Toda semana enviaremos via WhatsApp as maiores notícias da semana do mundo da médicina, do marketing e negócios. Não perca!

Compartilhe com os seus colegas