Fake News e como elas prejudicam o trabalho do médico

por: Redação

As Fake News não são novidade. Já que o conceito de “notícia falsa” é quase tão velho quanto a própria imprensa. Mas hoje elas são parte de um rico mercado com objetivo de influenciar as massas politicamente com desinformação. Porém, o que o médico tem a ver com isso?

Médicos e fake news

Um dos focos desse movimento de Fake News é o descrédito à ciência. Dizer que doença tal não existe, que vacina causa autismo, que câncer pode ser curado com vinagre de maçã. 

Algumas podem parecer coisas simples e facilmente contornáveis. Mas temos que compreender três aspectos desse fenômeno. Primeiro vamos falar sobre “pós-verdade”

Fake news e pós-verdade

“Pós verdade” virou um termo muito utilizado no meio da comunicação e ciência como uma das consequências das notícias falsas. Ou seja, independente se a verdade for informada depois da Fake News, ela não tem importância. Pois, a mentira tem maior apelo.

Sendo assim, toda a forma de argumentação tem que partir de um local da mentira. Onde “vinagre de maçã cura câncer” seja verdade, por mais absurdo que seja. 

Mentiras atraentes

E aí lidamos com um outro problema: a verdade não é interessante. Uma vez que as Fake News não são simplesmente mentiras. Elas são fantasiosas, absurdas, conspiracionistas e, por isso, atingem a população com tanta força. 

O que nos leva ao último tópico comum em Fake News. Pois, essa afeta diretamente o trabalho dos médicos. Fake News partem da ideia de que existe uma grande verdade escondida pelos interesses econômicos e de controle de figuras de autoridade como governantes, cientistas e MÉDICOS.

Se o seu paciente é bombardeado diariamente com a informação de que “médicos estão mentindo para você”, como você acha que ele vai responder ao seu atendimento? Ao seu plano de tratamento? Ao próximo retorno da consulta?

Isso afeta população de todas faixas econômicas, todos os históricos escolares. Sim, tem engenheiro que acha que coronavírus é mentira e uma invenção do governo.

Ilustração médico online

Médico online!

Por isso, é importante a presença dos médicos nas mídias sociais e na internet. Temos que sair da torre de marfim que muitas vezes se tornam as universidades e consultórios. E assim, participar do dia a dia da população, oferecendo informação de qualidade de forma direta e humana. 

Nós da EvidênciaMed oferecemos serviços de gestão em redes sociais e criação de site para médicos especialistas. Conheça nossos planos.